Segunda sem Carne: Batata assada com pesto de espinafre e espaguete de cenoura

A segunda sem carne é um movimento mundial que propõe que repensemos o consumo de alimentos de origem animal. Os argumentos são muitos e para quem não abre mão da sua porção de cada dia, vale a pena a reflexão:

O consumo de carne gera um grande impacto no meio ambiente: compactação do solo, contaminação da água, poluição do ar, aumento do efeito estufa, isso só pra começar.

O consumo de carne também aumenta o risco de doenças cardíacas, câncer e infarto e não queremos que isso aconteça, não é mesmo?

Grandes empresas não respeitam a qualidade de vida dos animais, por isso ao consumir carne, se não for adquirida de um pequeno produtor local que tenha um processo de confiança, você está contribuindo para que estas práticas abusivas continuem acontecendo.

Por essas e tantas outras razões, queremos propor uma pausa na segunda para experimentar novos sabores. Para incentivar a causa, apresentamos a cozinheira de veganidades Mariana Marzano  e uma receita criada por ela, rápida, fácil e deliciosa pra deixar qualquer bife no chinelo!

Com a palavra, Mariana Marzano:

img_20161207_184747

Eu Mariana, sou apaixonada por cozinha, adoro criar novas receitas. Cozinhar era meu hobby e acabou que virou minha profissão. Sou vegetariana a muitos anos e quando resolvi iniciar a transição para o veganismo percebi que não encontrava muitas preparações gostosas e principalmente saudáveis. Doces então, nem se fala! A partir daí comecei a me dedicar mais a cozinha, a fazer experiências culinárias, adaptando e testando receitas e ingredientes.

Nesse processo de busca surgiu a vontade de estender isso a mais pessoas, até então, a Verde Mary era ainda apenas o sonho de poder trabalhar com o que sempre amei fazer. Com a paixão, veio a oportunidade: após um período em que estive doente por stress na atividade que eu exercia, tive que deixar de tudo de lado para cuidar de mim e da minha saúde. Recuperada, resolvi fazer o que sempre quis, cozinhar!

Com a Verde Mary, passei também a cuidar melhor da minha alimentação e a vender minhas comidinhas saudáveis e veganas, transmitindo para as pessoas meu amor em forma de comida. Hoje faço as preparações buscando sempre ingredientes de qualidade, saudáveis, fazendo tudo com muito carinho e muito trabalho. Aprendi muito nesse processo, cresci como pessoa e profissional, digo que eu e a Verde Mary somos uma metamorfose ambulante, em constante mudança e transformação, buscando sempre o melhor!

Preparei essa receita pensando em pessoas que se preocupam ou querem reduzir o consumo de carne – sendo veganas, vegetarianas, ou não. O preparo dela é super simples, ótima para quem não quer gastar muito tempo na cozinha em plena segundona e ainda assim não abre mão de se alimentar de uma forma melhor.

 

Batata assada com pesto de espinafre e espaguete de cenoura

por Mariana Marzano / Verde Mary

Untitled design (8).png

Ingredientes:

Os ingredientes podem ser encontrados na Feira Fresca com os produtores que indico abaixo. Na falta dos orgânicos e dos frescos, abuse dos similares. O importante é colocar a mão na massa!

500g de batata bolinha
1 vidro de pesto vegano de espinafre da Sabores da Ci
2 cenouras
200g de shitake
1 colher de sopa de shoyu
3 colheres de sopa de requisoy
Azeite
Sal rosa e pimenta do reino à gosto

Modo de preparo:

Cozinhe as batatas por 30 minutos, fiz no vapor com casca

Asse por 20 minutos, pode ser feito também apenas com a batata cozida

Quando ela estiver morna, misture o pesto de espinafre a gosto e reserve

Higienize as cenouras, preserve a casca e utilize um utensílio de fazer espaguete de legumes ou corte as cenouras em fatias finas e longas, reserve.

Em uma panela refogue o shitake com o shoyu, a pimenta e se necessário acrescente sal, assim que ele amolecer, adicione as cenouras, refogue mais um pouco e adicione o requeisoy, se estiver muito grosso, acrescente um pouquinho de água, misture bem, ajuste os temperos e desligue o fogo.

Sirva as batatas com o espaguete de cenoura.

Bom apetite!

Segunda sem carne: Abóbora com creme de cogumelos e farofa de castanha

A segunda sem carne é um movimento mundial que propõe que repensemos o consumo de alimentos de origem animal. Os argumentos são muitos e para quem não abre mão da sua porção de cada dia, vale a pena a reflexão:

O consumo de carne gera um grande impacto no meio ambiente: compactação do solo, contaminação da água, poluição do ar, aumento do efeito estufa, isso só pra começar.

O consumo de carne também aumenta o risco de doenças cardíacas, câncer e infarto e não queremos que isso aconteça, não é mesmo?

Grandes empresas não respeitam a qualidade de vida dos animais, por isso ao consumir carne, se não for adquirida de um pequeno produtor local que tenha um processo de confiança, você está contribuindo para que estas práticas abusivas continuem acontecendo.

Por essas e tantas outras razões, queremos propor uma pausa na segunda para experimentar novos sabores. Para incentivar a causa, apresentamos a cozinheira de veganidades Mariana Marzano  e uma receita criada por ela, rápida, fácil e deliciosa pra deixar qualquer bife no chinelo!

Com a palavra, Mariana Marzano:

img_20161207_184747

Eu Mariana, sou apaixonada por cozinha, adoro criar novas receitas. Cozinhar era meu hobby e acabou que virou minha profissão. Sou vegetariana a muitos anos e quando resolvi iniciar a transição para o veganismo percebi que não encontrava muitas preparações gostosas e principalmente saudáveis. Doces então, nem se fala! A partir daí comecei a me dedicar mais a cozinha, a fazer experiências culinárias, adaptando e testando receitas e ingredientes.

Nesse processo de busca surgiu a vontade de estender isso a mais pessoas, até então, a Verde Mary era ainda apenas o sonho de poder trabalhar com o que sempre amei fazer. Com a paixão, veio a oportunidade: após um período em que estive doente por stress na atividade que eu exercia, tive que deixar de tudo de lado para cuidar de mim e da minha saúde. Recuperada, resolvi fazer o que sempre quis, cozinhar!

Com a Verde Mary, passei também a cuidar melhor da minha alimentação e a vender minhas comidinhas saudáveis e veganas, transmitindo para as pessoas meu amor em forma de comida. Hoje faço as preparações buscando sempre ingredientes de qualidade, saudáveis, fazendo tudo com muito carinho e muito trabalho. Aprendi muito nesse processo, cresci como pessoa e profissional, digo que eu e a Verde Mary somos uma metamorfose ambulante, em constante mudança e transformação, buscando sempre o melhor!

Preparei essa receita pensando em pessoas que se preocupam ou querem reduzir o consumo de carne – sendo veganas, vegetarianas, ou não. O preparo dela é super simples, ótima para quem não quer gastar muito tempo na cozinha em plena segundona e ainda assim não abre mão de se alimentar de uma forma melhor.

Abóbora com creme de cogumelos e farofa de castanha

por Mariana Marzano / Verde Mary

Untitled design (2).jpg

Ingredientes:

Os ingredientes podem ser encontrados na Feira Fresca com os produtores que indico abaixo. Na falta dos orgânicos e dos frescos, abuse dos similares. O importante é colocar a mão na massa!

– 1 abóbora pequena de qualquer tipo

Creme

– 1 bandeja de cogumelo shimeji Do Caminhante
– 1 cebola picada
– 200 ml de leite de coco
– 2 colheres de sopa de azeite de dendê
– 1 rodelinha de gengibre picado
– azeite
– sal e pimenta à gosto

Farofa

– 1/2 cebola pequena picada
– 1/3 xícara de castanha do pará picada
– 1 xícara de farinha de mandioca
– azeite
– sal e pimenta à gosto
– salsinha e cebolinha picados

Modo de preparo:

Asse a abóbora inteira no forno por 30 minutos ou até que ao espetar levemente um garfo ela esteja macia. Deixe esfriar. Parta ao meio e retire as sementes.

Enquanto a abóbora estiver assando, prepare o creme de cogumelos e a farofa:

Em uma panela com azeite refogue a cebola e o gengibre, acrescente o shimeji, deixe ele murchar um pouco, depois acrescente o leite de coco, tempere com sal e pimenta, assim que reduzir um pouco o molho, adicione o dendê e mexa até ficar uniforme, desligue o fogo, tampe a panela e reserve.

Para fazer a farofa, refogue em uma panela a cebola no azeite até dourar, acrescente a castanha do pará, o sal e a pimenta, mexa bem, e depois aos poucos acrescente a farinha de mandioca. Misture tudo.

Para a montar o prato, pegue metade da abóbora coloque o creme de cogumelos dentro, por cima a farofa e finalize com cheiro verde, repita o mesmo com a outra metade.

Bom apetite!

SEGUNDA SEM CARNE: Berinjela grelhada com molho de tomate pelati e cuscuz com laranja

A segunda sem carne é um movimento mundial que propõe que repensemos o consumo de alimentos de origem animal. Os argumentos são muitos e para quem não abre mão da sua porção de cada dia, vale a pena a reflexão:

O consumo de carne gera um grande impacto no meio ambiente: compactação do solo, contaminação da água, poluição do ar, aumento do efeito estufa, isso só pra começar.

O consumo de carne também aumenta o risco de doenças cardíacas, câncer e infarto e não queremos que isso aconteça, não é mesmo?

Grandes empresas não respeitam a qualidade de vida dos animais, por isso ao consumir carne, se não for adquirida de um pequeno produtor local que tenha um processo de confiança, você está contribuindo para que estas práticas abusivas continuem acontecendo.

Por essas e tantas outras razões, queremos propor uma pausa na segunda para experimentar novos sabores. Para incentivar a causa, apresentamos a cozinheira de veganidades, Mariana Marzano  e uma receita criada por ela, rápida, fácil e deliciosa pra deixar qualquer bife no chinelo!

Com a palavra, Mariana Marzano:

Eu Mariana, sou apaixonada por cozinha, adoro criar novas receitas. Cozinhar era meu hobby e acabou que virou minha profissão. Sou vegetariana a muitos anos e quando resolvi iniciar a transição para o veganismo percebi que não encontrava muitas preparações gostosas e principalmente saudáveis. Doces então, nem se fala! A partir daí comecei a me dedicar mais a cozinha, a fazer experiências culinárias, adaptando e testando receitas e ingredientes.

Nesse processo de busca surgiu a vontade de estender isso a mais pessoas, até então, a Verde Mary era ainda apenas o sonho de poder trabalhar com o que sempre amei fazer. Com a paixão, veio a oportunidade: após um período em que estive doente por stress na atividade que eu exercia, tive que deixar de tudo de lado para cuidar de mim e da minha saúde. Recuperada, resolvi fazer o que sempre quis, cozinhar!

Com a Verde Mary, passei também a cuidar melhor da minha alimentação e a vender minhas comidinhas saudáveis e veganas, transmitindo para as pessoas meu amor em forma de comida. Hoje faço as preparações buscando sempre ingredientes de qualidade, saudáveis, fazendo tudo com muito carinho e muito trabalho. Aprendi muito nesse processo, cresci como pessoa e profissional, digo que eu e a Verde Mary somos uma metamorfose ambulante, em constante mudança e transformação, buscando sempre o melhor!

Preparei essas receitas pensando em pessoas que se preocupam ou querem reduzir o consumo de carne – sendo veganas, vegetarianas, ou não. O preparo delas é simples, boas para quem não quer gastar muito tempo na cozinha e ainda assim não abre mão de se alimentar de uma forma melhor.

Berinjela grelhada com molho de tomate pelati e cuscuz com laranja

por Mariana Marzano / Verde Mary

IMG_20160630_134108.jpg

Ingredientes:

-1 berinjela
-1 cebola picada
-1 dente de alho picado
-passas à gosto
-1 lata de tomate pelati
-azeite
-1 xícara de cuscuz marroquino
-1 xícara de suco de laranja
-sal rosa e pimenta do reino à gosto

Modo de preparo:

Em uma panela aqueça o suco de laranja sem  deixar ferver, assim que aquecer, desligue o fogo, acrescente o cuscuz, tempere com sal, pimenta, misture e tampe a panela, deixe o cuscuz hidratar.

Fatie as berinjelas em rodelas, tempere com sal, pimenta e azeite e grelhe até que fiquem macias, reserve.

Em uma panela coloque o azeite, a cebola, o alho e refogue. Acrescente as passas, o tomate pelati, tempere com sal e pimenta, amasse um pouco o tomate, se necessário adicione um pouco de água e deixe ferver até reduzir um pouco o molho.

Solte com um garfo o cuscuz que ficou hidratando, nesse ponto ele já deve ter incorporado todo o suco da laranja.

Monte o prato com as fatias de berinjela, coloque o molho por cima e adicione o cuscuz.

Bolo de chocolate sem Glúten e sem Lactose

por Mariana Marzano / Verde Mary

20170105_190253.jpg

Ingredientes:

Os ingredientes podem ser encontrados na Feira Fresca com os produtores que indico abaixo. Na falta dos orgânicos e dos frescos, abuse dos similares! O importante é colocar a mão na massa!

-1 xícara de farinha sem glúten ou a mistura de 1/2 xícara de farinha de arroz, 1/4 de xícara de fécula de batata e 1/4 de xícara de fécula de mandioca
-1/3 de xícara de cacau em pó
-1 vidro de geléia de maçã – onde encontrar: Porteira Verde
-1 xícara de leite de amêndoas ou qualquer leite vegetal
-120g de xícara de chocolate derretido (usei belga sem traços de leite) + 6 pedaços
-1 colher de chá de vinagre de maçã – onde encontrar: Vila Verde Eco Alimentação
-1/2 xícara de açúcar demerara
-3 colheres de sopa de óleo de coco – onde encontrar: Ina Produtos Naturais
-Sementes de 1/4 de fava de baunilha ou colher de chá de extrato de baunilha – onde encontrar a fava: MiXtura
-1 colher de chá de fermento em pó
-1 pitada de sal rosa: onde encontrar: Sabores da Ci

Modo de Preparo:

Preaqueça o forno a 200 graus.

Derreta as 120g de chocolate e reserve os pedaços para depois.

Misture todos os ingredientes até ficar uma massa uniforme e despeje em forminhas de cupcake (usei de silicone com 6 cavidades, se não for de silicone, unte com óleo de coco)

Acrescente um pedaço de chocolate em cada cavidade e leve para assar por em torno de 15 minutos.

Bom apetite!

Segunda sem carne: hambúrguer de quinoa com cogumelos – por Mariana Marzano

A segunda sem carne é um movimento mundial que propõe que repensemos o consumo de alimentos de origem animal. Os argumentos são muitos e para quem não abre mão da sua porção de cada dia, vale a pena a reflexão:

O consumo de carne gera um grande impacto no meio ambiente: compactação do solo, contaminação da água, poluição do ar, aumento do efeito estufa, isso só pra começar.

O consumo de carne também aumenta o risco de doenças cardíacas, câncer e infarto e não queremos que isso aconteça, não é mesmo?

Grandes empresas não respeitam a qualidade de vida dos animais, por isso ao consumir carne, se não for adquirida de um pequeno produtor local que tenha um processo de confiança, você está contribuindo para que estas práticas abusivas continuem acontecendo.

Por essas e tantas outras razões, queremos propor uma pausa na segunda para experimentar novos sabores. Para incentivar a causa, apresentamos a cozinheira de veganidades Mariana Marzano  e uma receita criada por ela, rápida, fácil e deliciosa pra deixar qualquer bife no chinelo!

Com a palavra, Mariana Marzano:

img_20161207_184747

Eu Mariana, sou apaixonada por cozinha, adoro criar novas receitas. Cozinhar era meu hobby e acabou que virou minha profissão. Sou vegetariana a muitos anos e quando resolvi iniciar a transição para o veganismo percebi que não encontrava muitas preparações gostosas e principalmente saudáveis. Doces então, nem se fala! A partir daí comecei a me dedicar mais a cozinha, a fazer experiências culinárias, adaptando e testando receitas e ingredientes.

Nesse processo de busca surgiu a vontade de estender isso a mais pessoas, até então, a Verde Mary era ainda apenas o sonho de poder trabalhar com o que sempre amei fazer. Com a paixão, veio a oportunidade: após um período em que estive doente por stress na atividade que eu exercia, tive que deixar de tudo de lado para cuidar de mim e da minha saúde. Recuperada, resolvi fazer o que sempre quis, cozinhar!

Com a Verde Mary, passei também a cuidar melhor da minha alimentação e a vender minhas comidinhas saudáveis e veganas, transmitindo para as pessoas meu amor em forma de comida. Hoje faço as preparações buscando sempre ingredientes de qualidade, saudáveis, fazendo tudo com muito carinho e muito trabalho. Aprendi muito nesse processo, cresci como pessoa e profissional, digo que eu e a Verde Mary somos uma metamorfose ambulante, em constante mudança e transformação, buscando sempre o melhor!

Preparei essa receita pensando em pessoas que se preocupam ou querem reduzir o consumo de carne – sendo veganas, vegetarianas, ou não. O preparo dela é super simples, ótima para quem não quer gastar muito tempo na cozinha em plena segundona e ainda assim não abre mão de se alimentar de uma forma melhor.

Hambúrguer de quinoa com cogumelos

por Mariana Marzano / Verde Mary

20161208_232306

Ingredientes:

Os ingredientes podem ser encontrados na Feira Fresca com os produtores que indico abaixo. Na falta dos orgânicos e dos frescos, abuse dos similares! O importante é colocar a mão na massa!

200g de quinoa orgânica cozida – onde encontrar: Vila Verde Eco Alimentação
2 colheres de sopa de farinha orgânica de arroz – onde encontrar: Vila Verde Eco Alimentação
50g de cogumelo paris fresco picado – onde encontrar: Cogumelos DoCaminhante
1/2 cebola picada – onde encontrar: Vem da Terra Orgânicos
Salsinha e cebolinha à gosto – onde encontrar: Porteira Verde
Pimenta do reino moída – onde encontrar: MiXtura
Sal rosa à gosto – onde encontrar: Sabores da CI

Modo de preparo:

Para começar, refogue a cebola em um pouco de azeite, acrescente o cogumelo e tempere com pimenta do reino e sal à gosto. Refogue até que o cogumelo fique macio e reserve.

Em um bowl coloque a quinoa cozida, acrescente o cogumelo refogado, a farinha de arroz, a salsinha, a cebolinha e depois que tudo já tive bem misturado, molde o hambúrguer.

Em fogo baixo, numa frigideira antiaderente untada com azeite, coloque os hambúrgueres e deixe dourar de um lado, em seguida vire delicadamente e deixe por mais um tempo até que o outro lado também fique dourado.

Pronto! O hambúrguer está pronto para ser devorado.